O Girassol

O Girassol é o meu terceiro livro, um romance autobiográfico sobre uma grande paixão que eu vivi com Fabiano Tenório. Praticamente um relato jornalístico de cada sentir, de cada tocar, de cada sorriso e também de alguma água que derramou do olho. E daqui pra frente eu sou Mateus, assim como em todos os textos onde sou personagem.

Mateus vive em São Paulo, é escritor, boêmio e muito excitado, sexualmente falando. Tem um débito cármico 14, o que na numerologia é muito sério. Mas a pergunta é: isso é bom ou ruim? Porque Mateus vive seu débito cármico, como se fosse sua última encarnação neste planeta. Solteiro assumido, não assume ninguém. Sua vida é um vaivém de casos vazios de uma noite só. O famoso “touch and go”. Isso, até conhecer Fabiano, um garoto gato de 21 anos, que acaba de pedir demissão do emprego para mudar-se para o Rio de Janeiro. Fabiano tem planos concretos: viver com Laurent, francês radicado no Brasil, com quem mantém um relacionamento estável há quase um ano. O encontro inusitado de Mateus e Fabiano muda os rumos de suas vidas. O que parecia só mais uma transa, resultante de um encontro casual numa estação de metrô em São Paulo, se transforma em uma grande paixão irreversível e desconstrói todos os planos dos protagonistas e de quem os rodeia. Tem início um trio amoroso cheio de conflitos e emoções na ponte São Paulo – Rio de Janeiro. Um sentimento morre enquanto outro cresce como o mar sobre um castelo de areia, como o sol que nasce e se põe transformando três homens, três vidas…

1 Liked